Parabéns Belém do Pará

Alerta! As imagens deste Blog estão a serviço da evangelização. É autorizada sua divulgação, desde que seja citado a fonte e o autor, e não haja fins lucrativos. Clique aqui e veja minha licença.
Hoje a cidade morena, o portal da Amazônia, completa 396 anos de história, ritmos e sabores. 
Terra hospitaleira, de um povo Pai D’egua, queria deixar aqui neste post, o meus parabéns a todos que fazem desta cidade, o que ela é. 
Parabéns Belém do Pará, pelos seus 396 anos. 
Belém dos meus encantos 
Lá vem Belém, 
moreninha brasileira, 
com perfume de mangueira, 
vestidinha de folhagem. 
E vem que vem, 
ligeirinha, bem faceira, 
como chuva passageira 
refrescando a paisagem. 

Lá vem Belém, 
com suas lendas, seus encantos, 
seus feitiços, seus quebrantos, 
seus casos de assombração. 
E vem que vem, 
com seu cheirinho de mato, 
com botos, cobra Norato, 
com rezas, defumação. 

Lá vem Belém, 
recendente, feiticeira, 
no seu traje de roceira, 
na noite de São João. 
E vem que vem, 
com seus banhos de panela, 
alecrim, jasmim, canela, 
hortelã, manjericão. 

Lá vem Belém, 
a Belém dos meus encantos, 
dos terreiros, Mães de Santo, 
das crendices, do pajé. 
E vem que vem, 
com sobrados de azulejo, 
vigilengas, Ver-o-Peso, 
na enchente da maré. 

Lá vem Belém. 
No dia da Trasladação 
vela acesa, pé no chão, 
sempre firme em sua fé. 
E vem que vem, 
o povo implorando graça, 
sempre que a Berlinda passa 
com a Virgem de Nazaré. 

Lá vem Belém, 
junto de Nossa Senhora, 
dia do Círio ela implora 
saúde, paz e dinheiro. 
E vem que vem 
o povão, o povo inteiro 
porque Deus é brasileiro 
e Jesus nasceu em Belém. 

Sylvia Helena Tocantins 
Escritora e membro da Academia Paraense de Letras

Poema retirado do Blog Textos no Tucupi

Um comentário:

  1. Parabéns a esta nossa linda cidade e que não só o nome, mas todas as nossas riquezas e belezas sejam motivos de muitas bênçãos.

    ResponderExcluir