Irmã Thea Bowman


Neste dia que comemoramos o dia da Consciência Negra, vamos conhecer um pouco sobre a nossa amiguinha Irmã Thea Bowman?

A irmã Thea Bowman foi neta de uma escrava, defensora da justiça racial e a primeira mulher afro-americana a se dirigir à conferência dos bispos dos Estados Unidos. Há dois anos, sua causa de canonização foi aberta.

Nascida no Mississippi, lidou com o racismo, a segregação e a desigualdade diariamente. Ela era protestante até os 9 anos quando perguntou a seus pais se poderia se converter ao catolicismo. Quando se converteu, ela dizia que era porque amava a maneira como a Igreja Católica colocava sua fé em ação para realmente amar e cuidar dos outros. Aos 15 anos, tomou a decisão de se tornar uma irmã.

Moça inteligente, tinha uma voz incrível e personalidade dinâmica, foi professora por 16 anos. Mais tarde,  o bispo a convidou para fazer um trabalho de conscientização intercultural, foi então que ela viajou pelos Estados Unidos ensinando e desenvolvendo programas para quebrar as barreiras do racismo e promover a consciência cultural.

Em 1984, Irmã Thea foi diagnosticada com câncer de mama, prometeu “viver até morrer”. Entre os tratamentos contra o câncer, ela insistiu em suas palestras, sentada em uma cadeira de rodas, encorajando os bispos em como a inclusão deveria ser e pregando sobre as mensagens mais urgentes do Evangelho. Ela acreditava que as pessoas deveriam se comunicar umas com as outras em um esforço para compreender outras raças e culturas.

Ela passou a vida lutando contra o preconceito e coisas que dividem as pessoas até morrer em 1990.

Serva de Deus, Irmã Thea Bowman, interceda por nós. #consciencianegra #theabowman #srthea #srtheabowman #amiguinhosdeDeus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.